terça-feira, 13 de dezembro de 2016

WI-FI - Vantagem em liberar o acesso a rede em seu estabelecimento comercial




Com a grande quantidade de dispositivos digitais no mercado (e um bom número de pessoas utilizando esses equipamentos), é essencial que seu plano de marketing do restaurante inclua a liberação de Wi-Fi gratuito no estabelecimento. Mais e mais pessoas estão tomando a decisão de comerem em restaurantes que oferecem zonas de Wi-Fi gratuito, pois isso garante facilidade e acessibilidade a ferramentas como as mídias sociais e ligações gratuitas pelo celular. Portanto, é muito importante que você pense nessa possibilidade.

Dê uma olhada ao redor, observando as pessoas que estão no seu restaurante. Há sempre alguém que tende a dar uma espiada no seu celular durante uma refeição, enquanto ele está sobre a mesa. Pode-se ver que as boas maneiras à mesa foram abandonas nessa era digital. As pessoas geralmente querem conferir suas redes sociais para ver o que está acontecendo no mundo online a qualquer momento, inclusive no jantar.

Mas isso pode ser algo que pode beneficiar seu restaurante! Os consumidores que têm acesso ao Wi-Fi gratuito podem deixar avaliações online do seu restaurante enquanto finalizam seus pratos. Você pode até mesmo oferecer a seus consumidores um desconto ou qualquer tipo de promoção caso eles curtam sua página empresarial no Facebook. Aproveite essa oportunidade para promover para seus fãs e fregueses através das suas redes sociais que você possui uma zona Wi-Fi gratuita no seu restaurante.

Aliás, pesquise ao redor e veja se outros estabelecimentos da sua área também oferecem essa vantagem. Senão, inclua na descrição que você é o único que o faz, garantindo assim uma sensação de exclusividade e originalidade… essa estratégia atrairá inúmeros consumidores para sua porta. A palavra-chave a se lembrar nessa situação é “grátis”. Você precisa deixar claro que você não oferece seu ponto Wi-Fi por dinheiro. O fato de cobrar para usar a Internet do estabelecimento está se tornando uma prática muito antiga, e as pessoas tendem a se afastar de locais que querem lucrar com o uso de sua conexão Wi-Fi.

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Marketplace - Modelo de negócio tambem conhecido com feirão virtual ou e-shopping


Oi, pessoal!   Li uma reportagem hoje no Blog do RECLAME AQUI sobre o Marketplace e achei muito interessante e explicativo.

Postei aqui para que os nossos leitores tenham uma idéia do seu funcionamento.

Muitos consumidores ainda têm dúvidas do que é um marketplace. Como assim, tem uma empresa dentro de um site de outra empresa? Como funciona isso quando for comprar? Quem responde se atrasar o produto? Essas dúvidas, o Reclame AQUI tem recebido todos os dias. Mas se você é um consumidor acostumado a comprar pela internet já ouviu falar ou já comprou nos famosos AliExpress e Amazon. Se sim, então você já comprou em um marketplace e nem percebeu.

O marketplace é um modelo de negócio também conhecido como feirão virtual ou e-shopping, ou seja, imagina um shopping! Dentro, existem várias lojas, certo? Marketplace faz isso pela internet e começou no Brasil em 2012 através de grandes nomes do e-commerce.

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

SEJA FELIZ -



Augusto Cury deu uma palestra ontem no colégio Madalena Sofia SP, leiam o que ele deixou para refletirmos:
"Você pode ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,mas não se esqueça de que sua vida é a maior empresa do mundo. E você pode evitar que ela vá a falência. Há muitas pessoas que precisam, admiram e torcem por você.
Gostaria que você sempre se lembrasse de que ser feliz não é ter um céu sem tempestade, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem desilusões.
Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros.
Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza. Não é apenas comemorar o sucesso, mas aprender lições nos fracassos. Não é apenas ter júbilo nos aplausos, mas encontrar alegria no anonimato.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

4 hábitos que fizeram de Buffett um bilionário – e que vão funcionar para você também



Você já deve ter se perguntado como os grandes bilionários construíram suas riquezas. Warren Buffett, por exemplo, diferente de outros bilionários como Bill Gates, Mark Zuckerberg e Jeff Bezos não criou nenhum produto inovador.

 Ao invés disso, Buffett começou seu império a partir de hábitos simples que qualquer pessoa pode fazer. O site Inc.com elencou 4 desses hábitos, confira:

1. Pense como um empreendedor
Você deve desenvolver uma mentalidade empreendedora para estar atento sempre às oportunidades, mesmo que isso signifique arriscar - como começar um negócio novo, por exemplo. Encontre formas de aumentar sua renda, como ser promovido no trabalho ou fazer serviços extras.
Buffett deu início à construção de sua fortuna ainda adolescente. Ele entregava jornais, vendia doces e revistas por assinatura de porta em porta. Ele sempre achou uma maneira de ganhar dinheiro por mais simples que fosse. E aos poucos foi crescendo, sempre atento às novas oportunidades de lucro, não importa de onde viessem.
Pensar de forma empreendedora é uma habilidade que você vai desenvolvendo. Nem todo mundo consegue fazer o que Buffett fez, mas não é impossível.

2. Invista – mesmo que pequenos valores
Você não precisa de uma quantidade grande de dinheiro para se tornar um investidor de sucesso. Se você tem seu próprio negócio, invista parte do seu lucro para que tenha retorno a fim de melhorar sua empresa.
Buffett fez exatamente isso quando ele e um amigo compraram uma máquina de "pinball" por US$ 25 na época (cerca de R$ 80 hoje) e a colocaram em uma barbearia local. Quando o dinheiro começou a aparecer, em vez de gastá-lo, compraram mais máquinas de pinball. Com o tempo, eles tiveram oito máquinas em diferentes barbearias. Quando vendeu as máquinas, Buffett usou os recursos para começar um outro negócio.

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

BLOG - Como ganhar dinheiro?


 Veja aqui o  guia completo para blogueiros!
As novas tecnologias abrem espaço para que novos creators sejam os próximos influenciadores da era digital. Veja o exemplo de Youtubers, Instagramers e blogueiros que fazem de seus hobbies, uma profissão. Ganhar dinheiro com blog, Youtube e outros canais é uma realidade cada vez mais comum, que permite com que as pessoas vivam de suas paixões.
É preciso lembrar, porém, que a partir do momento que você decide rentabilizar seu hobbie, você passa a ser um empreendedor. E o fato de gerir um negócio, exige muito trabalho. Às vezes, até mais do que um trabalho tradicional.
Sem mais delongas, neste post vamos falar sobre o universo dos blogueiros e ensinar quais são as melhores estratégias para se ganhar dinheiro com blog, se tornando um empreendedor digital. Acompanhe!
6 vantagens de se trabalhar com blog
Cada empreendimento possui suas particularidades e benefícios. Com os blogs não seria diferente. Por isso fizemos uma lista com as principais vantagens de se criar um blog:
  • Poder administrar seu negócio próprio
  • Horários flexíveis para trabalhar da melhor forma possível
  • Oportunidade de trabalhar com os temas que mais gosta
  • Possibilidade de escalar seus ganhos ao longo do tempo
  • Ser referência em determinado nicho
  • Poder trabalhar de casa ou do lugar que achar mais adequado
  • Qualquer pessoa consegue ganhar dinheiro com blog?

Essa pergunta é interessante, pois a resposta é subjetiva. Sim, qualquer pessoa consegue trabalhar e ganhar dinheiro com blog. Mas uma vez que você decide empreender, é preciso ter muita dedicação, foco,

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Facebook - Como atrair clientes atravez do Check-in usando o WI-FI do seu negócio.

Você tem uma empresa local e quer aumentar o número de check-ins? Há uma maneira muito simples e fácil de fazer isso. Você pode começar a usar o Wi-Fi do Facebook!
É isso mesmo,o Facebook possui um recurso que transforma a sua empresa em um hotspot, ou seja, uma forma de oferecer acesso à internet sem fio em troca de um check-in. Há algum tempo essa função está liberada para empresas que querem aumentar o número de visitantes nas suas lojas físicas e a divulgação espontânea nas redes sociais.

VOCÊ SABE A IMPORTÂNCIA DO CHECK-IN NO FACEBOOK?
Hoje em dia, as redes sociais fazem diferença na hora da escolha de um local para almoçar, sair com os amigos ou passear com a família. Isso porque, é muito mais interessante ir à um lugar recomendado por seus amigos do que ir à um lugar que ninguém conhece. Não é mesmo? O risco de se decepcionar acaba sendo bem menor.
Sabendo disso, as empresas precisam estar presentes nas redes sociais e também criar um ambiente físico agradável que atraia novos clientes e o mais importante, que os fidelize.
Quando alguém faz check-in no Facebook, mesmo sem querer, ele está divulgando o local para seus amigos. Para as empresas, o mais legal de tudo isso é que ela ganhará uma divulgação do seu negócio sem custo algum.


O QUE É O WI-FI DO FACEBOOK

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Pokémon Go - 5 dicas para atrair clientes para o seu negócio com o aplicativo


Já que tudo mundo esta falando em Pokémon Go, vamos também postar algo sobre o mesmo.

Você já deve ter percebido nas suas redes sociais ou em encontros com amigos o sucesso que é o aplicativo Pokémon Go. O jogo está em alta no mundo inteiro, e no Brasil já ganhou milhares de usuários.

Afinal, o que é o Pokémon Go?

Você lembra do desenho Pokémon?
No desenho os seres humanos capturavam Pokémons e os treinam para lutarem um contra o outro como um esporte.

O aplicativo Pokémon Go faz parte da franquia Pokémon. É um jogo de realidade aumentada e geolocalização aonde o principal objetivo é capturar as criaturinhas que estão em diversos lugares da cidade.
Então, as pessoas precisam explorar o mundo real para capturar seus Pokémons


Vamos aos números do aplicativo?

Nos Estados Unidos, o aplicativo atingiu marcas incríveis em apenas um mês. Segundo a Forbes Brasil, no primeiro mês o jogo faturou mais de US$ 200 milhões em receita líquida, essa foi uma estimativa feita pela plataforma de desenvolvimento de aplicativos Sensor Tower.
Se compararmos o aplicativo Pokémon Go com outros aplicativos populares e de sucesso, o lucro de cada um ficaria assim:
  • Clash Royale – aproximadamente US$ 124 milhões
  • Candy Crush – aproximadamente US$ 25 milhões
  • Pokémon Go – um pouco mais de US$ 200 milhões
Isso demonstra o crescimento do aplicativo que bombou de maneira muito rápida gerando lucro para a Niantic, Inc., empresa que desenvolveu o game.

No Brasil, o Pokémon Go foi lançado dia 03 de agosto de 2016 e 5 dias depois, já tinha mais de 100 milhões de downloads na Play Store, loja de aplicativos para celulares Android. Um grande SUCESSO!


5 dicas para atrair clientes com o aplicativo Pokémon Go

Agora que você já conhece um pouco mais sobre o fenômeno que é o aplicativo Pokémon Go, quero dar para você 5 dicas para atrair clientes com o app.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Faz uma fotinho para min?

"Faz uma foto ali pra mim, é rapidinho" disse o cliente.

video


As vezes o cliente nem imagina o trabalho que dá para publicar apenas uma simples foto.
Veja esse vídeo tutorial feito pela Publicitários Criativos. 

terça-feira, 19 de julho de 2016

RADIO ON LINE - Como criar uma e de graça com sites de streaming

Montar o seu próprio canal de rádio na Internet pode sair de graça, basta utilizar serviços gratuitos, alguns softwares de edição de áudio e soltar sua criatividade. 

Além dos sites corretos, para criar sua rádio online, você vai precisar de um bom microfone e uma conexão veloz.

Como criar rádios online com programas gartuitos; veja dicas do TechTudo (Foto: Pond5)


Como gravar e editar áudio no Windows 8.1 com o Gravador de Som


Veja a lista com os principais serviços para cirar um streaming online grátis.

1) Spreaker.com

Uma das plataformas mais simples para criar uma rádio online é o Spreaker. Com uma interface limpa, o serviço faz transmissões de áudio via streaming e permite fazer programas ao vivo ou gravados. 

sábado, 9 de julho de 2016

Política, Futebol e Religião - Não se discute!



Quer perder um amigo? Quer ter um dia horrível.... então? 

Não devemos falar em assuntos POLÊMICOS ... principalmente nas redes sociais.


Futebol, política e religião. Estes três temas costumam gerar polêmicas e discórdias. Mesmo que a gente insista em dizer que isso não se discute, estamos frequentemente trazendo esses temas em nossas conversas. Isso quer dizer que somos ávidos por dar nossos palpites, externalizar nossas ideias e nossas convicções, passar adiante nossa percepção com relação a temas que permeiam nosso dia a dia.

Mas por que os desentendimentos surgem? Grande parte das pessoas tem a impressão de que quando alguém discorda de seu ponto de vista, ela própria está sendo rejeitada."Grande parte das pessoas tem a impressão de que quando alguém discorda de seu ponto de vista, ela própria está sendo rejeitada."

Dificilmente as pessoas se dão conta de que se alguém discorda delas, é porque elas também estão discordando do outro e isso não tem nada a ver com gostar mais ou menos daquela pessoa, tem a ver com pontos de vista diferentes.

É certo que existem pessoas que se inflamam quando defendem suas ideias, colocam tanta paixão em seus discursos que há a impressão de que elas querem brigar. Algumas querem, de fato, convencer seu interlocutor de que sua opinião é a mais acertada e é aí que os ânimos se acirram e podem desembocar numa discussão mais acalorada ou, quando se trata de pessoas mais imaturas, pode acontecer de brigarem de verdade.

Google - Novo site mostra tudo que ele sabe sobre você!

Google: nova central mostra as informações que a empresa coletou sobre usuário

Se você usa os serviços do Google com frequência, pode ficar surpreso ao descobrir o quanto a empresa sabe sobre você.

Na semana passada, a companhia lançou um site que reúne absolutamente todos os dados sobre os seus usuários.

Chamado de Minha Atividade, o recurso mostra desde as buscas feitas pela pessoa no buscador até os vídeos vistos no YouTube. Além disso, se o indivíduo tem um dispositivo móvel com Android, a ferramenta também revela quais foram os apps utilizados por ele.

As atividades e as páginas visitadas são agrupadas em uma linha do tempo. No entanto, o usuário pode personalizar a plataforma a partir de filtros. Dessa forma, ele pode ver datas específicas ou quando determinados aplicativos foram utilizados. O indivíduo também pode excluir todos os itens expostos no portal, se assim preferir.

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Internet: Os riscos para as mulheres.

O que não contam sobre a Internet das coisas:


A Internet das coisas nunca esteve tão em voga, inclusive tendo sido considerada uma das tecnologias disruptivas de destaque no Fórum Econômico Mundial de 2016. Apesar do hype de termos relógios, TVs, geladeiras e uma série de outros equipamentos interconectados à Internet, ouvimos falar muito pouco das falhas de segurança que essas tecnologias possivelmente trazem. Mais ainda quando o alvo principal dessa exposição são as mulheres.

Programação

A tarefa de um programador é analisar um problema e garantir que o seu programa lide com todas as situações possíveis previstas no seu escopo de trabalho. Entretanto, a chance de ele esquecer algum detalhe nesse esquema lógico e isso virar porta de entrada para possíveis ataques é bastante comum. E quando se coloca um dispositivo conectado à Internet, mais pessoas têm chances de tentar explorar maliciosamente essas falhas, agora expostas ao mundo.

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Facebook - Brasil foi principal vítima de vírus que infectou 10 mil contas ...

 Um malware distribuído via Facebook infectou mais de 10 mil usuários em apenas 48 horas, informou a Kaspersky Lab, que verificou a ação entre os dias 24 e 27 de junho. Os mais afetados pelo ataque foram os brasileiros, que correspondem à fatia de 37% do total de casos. Polônia (8%), Peru (7%), Colômbia (7%) e México (7%) foram os países que também registraram mais ocorrências.
Ainda segundo a empresa, o vírus foi disseminado através de notificações – aquelas exibidas por alertas de marcação em fotos ou em publicações cotidianas, como comentários ou atualização de status.

domingo, 26 de junho de 2016

FACEBOOK - Declaração de Privacidade engana os usuários

 Novo boato sobre roubo de dados circula no facebook após rede atualizar
Mais um hoax (entenda o que é isso aqui) chegou aos perfis brasileiros no Facebook na última semana. O texto afirma que os direitos autorais dos usuários estão ligados a todos os "dados pessoais, ilustrações, quadrinhos, pinturas, fotos e vídeos profissionais, etc". Diz ainda que "para uso comercial, é necessário o consentimento por escrito em todos os momentos". 
Requentado a partir de um falso "AVISO DE PRIVACIDADE que circulou na rede em setembro, o novo boato aproveita a recente proposta de atualização da política de uso dos dados pelo Facebook para enganar mais usuários. A mensagem pode até ser nova, mas a prática é antiga.
Como todo velho e bom hoax,

O que é um Hoax?



Hoax é o nome das mensagens alarmistas com conteúdo falso que frequentemente lotam as caixas de e-mails ou invadem as redes sociais e outros sites na Internet. Provavelmente você já deve ter recebido alguns hoaxes - ou muitos! 

Os mais comuns são aqueles de cunho dramático que incitam os usuários a compartilharem determinado post para que uma empresa ajude uma pessoa doente. E não basta a triste história que ele traz, sempre vem acompanhado de uma foto dramática.  “Cada pessoa que compartilhar este post, o Facebook doará 10 centavos para o tratamento de Maria, criança com câncer”.

Além de sensibilizar os usuários com mensagens emocionalmente apelativas, os hoaxes solicitam determinada ação (geralmente seu compartilhamento). Dessa forma, eles conseguem se tornar virais em pouco tempo. Para isso, impõem uma certa ameaça. “Se você não repassar este e-mail a 15 contatos, seu computador será infectado”. Aí você pensa: "custa compartilhar? É melhor não arriscar".

São comuns também os hoaxes do tipo abaixo-assinado. “Assine seu nome na lista abaixo e envie para 20 contatos para impedir a produção de um filme polêmico sobre a vida de Jesus”. Dessa forma, numa espécie de vírus social, os boatos fazem uso da boa-fé das pessoas, que se sentem culpadas de não “alertar” seus amigos sobre o possível fato ou impedir determinada ação.


Não acredite automaticamente no conteúdo desses boatos. Certifique-se bem antes de compartilhá-los. É melhor considerá-los falsos até que se prove o contrário do que ajudar a disseminar mentiras por aí. Fique ligado

FACEBOOK - Declaração de Privacidade engana os usuários

 Novo boato sobre roubo de dados circula no facebook após rede atualizar
Mais um hoax (entenda o que é isso aqui) chegou aos perfis brasileiros no Facebook na última semana. O texto afirma que os direitos autorais dos usuários estão ligados a todos os "dados pessoais, ilustrações, quadrinhos, pinturas, fotos e vídeos profissionais, etc". Diz ainda que "para uso comercial, é necessário o consentimento por escrito em todos os momentos". 
Requentado a partir de um falso "AVISO DE PRIVACIDADE que circulou na rede em setembro, o novo boato aproveita a recente proposta de atualização da política de uso dos dados pelo Facebook para enganar mais usuários. A mensagem pode até ser nova, mas a prática é antiga.
Como todo velho e bom hoax, a mensagem ainda traz uma "ameaça" aos usuários que não reproduzirem a informação em seus perfis: "Se você não publicar uma declaração pelo menos uma vez, você estará tacitamente permitindo o uso de elementos como suas fotos, bem como as informações contidas em suas atualizações de status de perfil."
Parte dos usuários desconhece a política de privacidade da rede social, bem como os direitos que a legislação lhes garante. Esse desconhecimento é aproveitado por boatos desse tipo, que iludem as pessoas a compartilhá-lo a fim de garantir uma falsa privacidade, cuja mera reprodução do texto não tem valor jurídico.
Tudo o que você precisa saber sobre a privacidade no Facebook está aqui e são essas as regras que valem. Se você está no Facebook, é porque declarou ter lido e aceitado as normas. Com isso, você autoriza a empresa a utilizar seus dados para publicidade direcionada, por exemplo. 
Atualização
No dia 21 de novembro, o Facebook anunciou mudanças na política de privacidade, incluindo a possibilidade de compartilhar os dados de navegação dos usuários com outros sites. "Usamos as informações que recebemos sobre você em relação aos serviços e recursos que fornecemos , como seus amigos, nossos parceiros, os anunciantes que compram anúncios no site e os desenvolvedores que criam os jogos, aplicativos e sites que você usa", disse a empresa em comunicado. O site também divulgou o fim do sistema de votação por usuários para aprovar mudanças na política de privacidade que existia desde 2009. 
Leia o boato que está circulando no Facebook:
 Em resposta às novas regras do Facebook, eu declaro que meu direito autoral está anexado a todos minhas informações pessoais, ilustrações, gráficos, quadrinhos, pinturas, fotos e vídeos, etc. (como resultado da Convenção de Berner). Para qualquer uso comercial dos supracitados é necessária minha autorização por escrito!
(Qualquer um lendo isso pode copiar este texto e colar em seu mural. Isso vai colocá-lo sob proteção das leis de direitos autorais). Pelo presente comunicado, eu notifico o Facebook que é totalmente permitido divulgar, copiar, distribuir, disseminar ou tomar qualquer atitude contra mim com base neste perfil e em seu conteúdo. As ações proibidas citadas também se aplicam a funcionários, estudantes, agentes e/ou qualquer equipe sob a direção ou controle do Facebook. O conteúdo deste perfil é privado e confidencial. A violação da minha privacidade é punida por lei (UCC 1 1-308-308 1-103 e o estatuto de Roma).

Fonte: EBC

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Facebook - Liberado o botão que integra rede social a sites de e-commerce.


O Facebook se posiciona como uma forte aliada das marcas, tanto no relacionamento direto com o cliente, quanto na própria comercialização de produtos. A última novidade que acaba de chegar ao Brasil é o “Save Button”, uma ferramenta que permite salvar produtos de e-commerce para ver mais tarde na rede social.

Não entendeu? Pois bem, as marcas parceiras do Facebook terão o botão “Salvar no Facebook” em cada página de produto de seu site de compras. Caso o usuário goste de uma peça mas não consiga realizar a compra naquele momento, ele terá a possibilidade de acionar o Save Button, ou seja, de seguir aquele produto na rede social. Dessa forma, ele passa a receber periodicamente informações sobre ele em suas notificações, tais como descontos na peça e novidades de cores.



Uma das primeiras marcas a aplicarem o recurso no país é a Reserva. Além de possuir um e-commerce estruturado, a grife carioca é muito forte nas redes sociais. Sua página no Facebook, por exemplo, possui mais de 2 milhões de seguidores e conta com diversas ações criadas exclusivamente para o universo digital.

REDE SOCIAL - O fundador do ORKUT já tem nova rede social que estará chegando ao Brasil

Nova rede social do fundador do Orkut já tem data para chegar ao Brasil
O Orkut não existe mais, mas deixou uma lacuna no coração de milhões de usuários que, mesmo que não usassem mais com tanta frequência o serviço, ainda nutriam uma nostalgia pela rede social. Afinal de contas, o site nasceu nos Estados Unidos, mas se tornou quase totalmente brasileiro. Para esse público, está chegando o Hello.
Trata-se da nova rede social de Orkut Büyükkökten, o programador turco que criou uma rede social enquanto trabalhava no Google que acabou recebendo o seu próprio nome. Sua nova empresa lançou recentemente um aplicativo, que está previsto para chegar ao Brasil em agosto deste ano.
A Hello Network foi lançada há poucos meses no exterior, e está disponível em poucos países, por enquanto. Funcionando apenas em inglês, apenas usuários nos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia podem baixar o aplicativo no Google Play e na App Store. O público brasileiro deve ser contemplado junto com o Reino Unido, Irlanda, França, Alemanha, México e Índia em uma segunda fase de expansão.

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Redes Sociais - Três Motivos para sua EMPRESA estar presente nas redes sociais.


Entenda os 3 papeis fundamentais das redes sociais para usá-las de forma mais eficiente.

Pesquisas apontam que mais de 1 bilhão de pessoas no mundo utilizam redes sociais e o brasileiro é um dos que mais acessam. Segundo pesquisa realizada este ano pela Nielsen, provedora global de informações e insights sobre consumidores, o desejo de dar opiniões sobre produtos e serviços é citado por 68% dos usuários de redes sociais, ou seja, cada vírgula que sua empresa posta nas redes sociais impacta um número exorbitante de pessoas.

Além disso, se pararmos para pensar, é essencial que a empresa tenha uma página no Facebook e um perfil no Twitter. Não são mais aceitos argumentos como: “Ah… Estamos montando” ou “Estamos contratando uma empresa especializada para desempenhar esse papel”. Esqueça isso já! Aceite que as redes sociais são uma realidade e não dá para deixar de lado, correndo o risco da pena, que pode ser alta.

Neste contexto, muitos gestores querem saber como utilizar melhor as redes sociais, como a sua empresa pode se posicionar, o que devem ou não fazer.Um bom ponto de partida é entender seus 3 propósitos principais:

1. Funcionar como um termômetro de como o público em geral enxerga a sua marca e produtos. Isso ajuda a posicionar-se e caminhar com um pouco mais de luz. Diferente de uma pesquisa formal, na qual os entrevistados são questionados intencionalmente e com um objetivo final, nas redes sociais os clientes espontaneamente e sem qualquer estímulo direcionado lhe darão opiniões valiosas sobre o que pensam dos seus produtos, serviços e principalmente a melhor e pior forma de utilização dos mesmos.

FACEBOOK - Autoriza usuários a recusar publicidade segmentada...

Mark Zuckerberg, cofundador do Facebook 


O Facebook passará a autorizar todos os seus membros a recusar publicidade segmentada como parte de uma evolução das regras de proteção da privacidade, informou nesta sexta-feira a rede social americana.


“Você quer ver anúncios on-line selecionados com base em seus interesses no Facebook?”, pergunta agora o site aos seus membros em todos os países em suas configurações de página.

O site também detalha todos os cookies, pequenos arquivos que informam sobre a navegação na maioria dos sites, que o Facebook impõe aos usuários.

A rede social americana também pediu aos seus usuários europeus que autorizem novamente os cookies, um aval que já condicionava o registro na rede social.

A rede social “concebeu essas atualizações para continuar a cumprir com a legislação europeia”, indicou em um comunicado Stephen Deadman, responsável pela proteção da privacidade do Facebook.

“É importante para nós que as pessoas, editores e anunciantes entendam completamente como funciona a publicidade no Facebook“, acrescentou Stephen Deadman.

Com essa nova política de publicidade mais legível e detalhada, a rede social responde em particular às autoridades francesas, que cobraram esclarecimentos sobre seus métodos de rastreamento de usuários.