sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Facebook - Como atrair clientes atravez do Check-in usando o WI-FI do seu negócio.

Você tem uma empresa local e quer aumentar o número de check-ins? Há uma maneira muito simples e fácil de fazer isso. Você pode começar a usar o Wi-Fi do Facebook!
É isso mesmo,o Facebook possui um recurso que transforma a sua empresa em um hotspot, ou seja, uma forma de oferecer acesso à internet sem fio em troca de um check-in. Há algum tempo essa função está liberada para empresas que querem aumentar o número de visitantes nas suas lojas físicas e a divulgação espontânea nas redes sociais.

VOCÊ SABE A IMPORTÂNCIA DO CHECK-IN NO FACEBOOK?
Hoje em dia, as redes sociais fazem diferença na hora da escolha de um local para almoçar, sair com os amigos ou passear com a família. Isso porque, é muito mais interessante ir à um lugar recomendado por seus amigos do que ir à um lugar que ninguém conhece. Não é mesmo? O risco de se decepcionar acaba sendo bem menor.
Sabendo disso, as empresas precisam estar presentes nas redes sociais e também criar um ambiente físico agradável que atraia novos clientes e o mais importante, que os fidelize.
Quando alguém faz check-in no Facebook, mesmo sem querer, ele está divulgando o local para seus amigos. Para as empresas, o mais legal de tudo isso é que ela ganhará uma divulgação do seu negócio sem custo algum.


O QUE É O WI-FI DO FACEBOOK

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Pokémon Go - 5 dicas para atrair clientes para o seu negócio com o aplicativo


Já que tudo mundo esta falando em Pokémon Go, vamos também postar algo sobre o mesmo.

Você já deve ter percebido nas suas redes sociais ou em encontros com amigos o sucesso que é o aplicativo Pokémon Go. O jogo está em alta no mundo inteiro, e no Brasil já ganhou milhares de usuários.

Afinal, o que é o Pokémon Go?

Você lembra do desenho Pokémon?
No desenho os seres humanos capturavam Pokémons e os treinam para lutarem um contra o outro como um esporte.

O aplicativo Pokémon Go faz parte da franquia Pokémon. É um jogo de realidade aumentada e geolocalização aonde o principal objetivo é capturar as criaturinhas que estão em diversos lugares da cidade.
Então, as pessoas precisam explorar o mundo real para capturar seus Pokémons


Vamos aos números do aplicativo?

Nos Estados Unidos, o aplicativo atingiu marcas incríveis em apenas um mês. Segundo a Forbes Brasil, no primeiro mês o jogo faturou mais de US$ 200 milhões em receita líquida, essa foi uma estimativa feita pela plataforma de desenvolvimento de aplicativos Sensor Tower.
Se compararmos o aplicativo Pokémon Go com outros aplicativos populares e de sucesso, o lucro de cada um ficaria assim:
  • Clash Royale – aproximadamente US$ 124 milhões
  • Candy Crush – aproximadamente US$ 25 milhões
  • Pokémon Go – um pouco mais de US$ 200 milhões
Isso demonstra o crescimento do aplicativo que bombou de maneira muito rápida gerando lucro para a Niantic, Inc., empresa que desenvolveu o game.

No Brasil, o Pokémon Go foi lançado dia 03 de agosto de 2016 e 5 dias depois, já tinha mais de 100 milhões de downloads na Play Store, loja de aplicativos para celulares Android. Um grande SUCESSO!


5 dicas para atrair clientes com o aplicativo Pokémon Go

Agora que você já conhece um pouco mais sobre o fenômeno que é o aplicativo Pokémon Go, quero dar para você 5 dicas para atrair clientes com o app.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Faz uma fotinho para min?

"Faz uma foto ali pra mim, é rapidinho" disse o cliente.

video


As vezes o cliente nem imagina o trabalho que dá para publicar apenas uma simples foto.
Veja esse vídeo tutorial feito pela Publicitários Criativos. 

terça-feira, 19 de julho de 2016

RADIO ON LINE - Como criar uma e de graça com sites de streaming

Montar o seu próprio canal de rádio na Internet pode sair de graça, basta utilizar serviços gratuitos, alguns softwares de edição de áudio e soltar sua criatividade. 

Além dos sites corretos, para criar sua rádio online, você vai precisar de um bom microfone e uma conexão veloz.

Como criar rádios online com programas gartuitos; veja dicas do TechTudo (Foto: Pond5)


Como gravar e editar áudio no Windows 8.1 com o Gravador de Som


Veja a lista com os principais serviços para cirar um streaming online grátis.

1) Spreaker.com

Uma das plataformas mais simples para criar uma rádio online é o Spreaker. Com uma interface limpa, o serviço faz transmissões de áudio via streaming e permite fazer programas ao vivo ou gravados. 

sábado, 9 de julho de 2016

Política, Futebol e Religião - Não se discute!



Quer perder um amigo? Quer ter um dia horrível.... então? 

Não devemos falar em assuntos POLÊMICOS ... principalmente nas redes sociais.


Futebol, política e religião. Estes três temas costumam gerar polêmicas e discórdias. Mesmo que a gente insista em dizer que isso não se discute, estamos frequentemente trazendo esses temas em nossas conversas. Isso quer dizer que somos ávidos por dar nossos palpites, externalizar nossas ideias e nossas convicções, passar adiante nossa percepção com relação a temas que permeiam nosso dia a dia.

Mas por que os desentendimentos surgem? Grande parte das pessoas tem a impressão de que quando alguém discorda de seu ponto de vista, ela própria está sendo rejeitada."Grande parte das pessoas tem a impressão de que quando alguém discorda de seu ponto de vista, ela própria está sendo rejeitada."

Dificilmente as pessoas se dão conta de que se alguém discorda delas, é porque elas também estão discordando do outro e isso não tem nada a ver com gostar mais ou menos daquela pessoa, tem a ver com pontos de vista diferentes.

É certo que existem pessoas que se inflamam quando defendem suas ideias, colocam tanta paixão em seus discursos que há a impressão de que elas querem brigar. Algumas querem, de fato, convencer seu interlocutor de que sua opinião é a mais acertada e é aí que os ânimos se acirram e podem desembocar numa discussão mais acalorada ou, quando se trata de pessoas mais imaturas, pode acontecer de brigarem de verdade.

Google - Novo site mostra tudo que ele sabe sobre você!

Google: nova central mostra as informações que a empresa coletou sobre usuário

Se você usa os serviços do Google com frequência, pode ficar surpreso ao descobrir o quanto a empresa sabe sobre você.

Na semana passada, a companhia lançou um site que reúne absolutamente todos os dados sobre os seus usuários.

Chamado de Minha Atividade, o recurso mostra desde as buscas feitas pela pessoa no buscador até os vídeos vistos no YouTube. Além disso, se o indivíduo tem um dispositivo móvel com Android, a ferramenta também revela quais foram os apps utilizados por ele.

As atividades e as páginas visitadas são agrupadas em uma linha do tempo. No entanto, o usuário pode personalizar a plataforma a partir de filtros. Dessa forma, ele pode ver datas específicas ou quando determinados aplicativos foram utilizados. O indivíduo também pode excluir todos os itens expostos no portal, se assim preferir.

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Internet: Os riscos para as mulheres.

O que não contam sobre a Internet das coisas:


A Internet das coisas nunca esteve tão em voga, inclusive tendo sido considerada uma das tecnologias disruptivas de destaque no Fórum Econômico Mundial de 2016. Apesar do hype de termos relógios, TVs, geladeiras e uma série de outros equipamentos interconectados à Internet, ouvimos falar muito pouco das falhas de segurança que essas tecnologias possivelmente trazem. Mais ainda quando o alvo principal dessa exposição são as mulheres.

Programação

A tarefa de um programador é analisar um problema e garantir que o seu programa lide com todas as situações possíveis previstas no seu escopo de trabalho. Entretanto, a chance de ele esquecer algum detalhe nesse esquema lógico e isso virar porta de entrada para possíveis ataques é bastante comum. E quando se coloca um dispositivo conectado à Internet, mais pessoas têm chances de tentar explorar maliciosamente essas falhas, agora expostas ao mundo.

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Facebook - Brasil foi principal vítima de vírus que infectou 10 mil contas ...

 Um malware distribuído via Facebook infectou mais de 10 mil usuários em apenas 48 horas, informou a Kaspersky Lab, que verificou a ação entre os dias 24 e 27 de junho. Os mais afetados pelo ataque foram os brasileiros, que correspondem à fatia de 37% do total de casos. Polônia (8%), Peru (7%), Colômbia (7%) e México (7%) foram os países que também registraram mais ocorrências.
Ainda segundo a empresa, o vírus foi disseminado através de notificações – aquelas exibidas por alertas de marcação em fotos ou em publicações cotidianas, como comentários ou atualização de status.

domingo, 26 de junho de 2016

FACEBOOK - Declaração de Privacidade engana os usuários

 Novo boato sobre roubo de dados circula no facebook após rede atualizar
Mais um hoax (entenda o que é isso aqui) chegou aos perfis brasileiros no Facebook na última semana. O texto afirma que os direitos autorais dos usuários estão ligados a todos os "dados pessoais, ilustrações, quadrinhos, pinturas, fotos e vídeos profissionais, etc". Diz ainda que "para uso comercial, é necessário o consentimento por escrito em todos os momentos". 
Requentado a partir de um falso "AVISO DE PRIVACIDADE que circulou na rede em setembro, o novo boato aproveita a recente proposta de atualização da política de uso dos dados pelo Facebook para enganar mais usuários. A mensagem pode até ser nova, mas a prática é antiga.
Como todo velho e bom hoax,

O que é um Hoax?



Hoax é o nome das mensagens alarmistas com conteúdo falso que frequentemente lotam as caixas de e-mails ou invadem as redes sociais e outros sites na Internet. Provavelmente você já deve ter recebido alguns hoaxes - ou muitos! 

Os mais comuns são aqueles de cunho dramático que incitam os usuários a compartilharem determinado post para que uma empresa ajude uma pessoa doente. E não basta a triste história que ele traz, sempre vem acompanhado de uma foto dramática.  “Cada pessoa que compartilhar este post, o Facebook doará 10 centavos para o tratamento de Maria, criança com câncer”.

Além de sensibilizar os usuários com mensagens emocionalmente apelativas, os hoaxes solicitam determinada ação (geralmente seu compartilhamento). Dessa forma, eles conseguem se tornar virais em pouco tempo. Para isso, impõem uma certa ameaça. “Se você não repassar este e-mail a 15 contatos, seu computador será infectado”. Aí você pensa: "custa compartilhar? É melhor não arriscar".

São comuns também os hoaxes do tipo abaixo-assinado. “Assine seu nome na lista abaixo e envie para 20 contatos para impedir a produção de um filme polêmico sobre a vida de Jesus”. Dessa forma, numa espécie de vírus social, os boatos fazem uso da boa-fé das pessoas, que se sentem culpadas de não “alertar” seus amigos sobre o possível fato ou impedir determinada ação.


Não acredite automaticamente no conteúdo desses boatos. Certifique-se bem antes de compartilhá-los. É melhor considerá-los falsos até que se prove o contrário do que ajudar a disseminar mentiras por aí. Fique ligado

FACEBOOK - Declaração de Privacidade engana os usuários

 Novo boato sobre roubo de dados circula no facebook após rede atualizar
Mais um hoax (entenda o que é isso aqui) chegou aos perfis brasileiros no Facebook na última semana. O texto afirma que os direitos autorais dos usuários estão ligados a todos os "dados pessoais, ilustrações, quadrinhos, pinturas, fotos e vídeos profissionais, etc". Diz ainda que "para uso comercial, é necessário o consentimento por escrito em todos os momentos". 
Requentado a partir de um falso "AVISO DE PRIVACIDADE que circulou na rede em setembro, o novo boato aproveita a recente proposta de atualização da política de uso dos dados pelo Facebook para enganar mais usuários. A mensagem pode até ser nova, mas a prática é antiga.
Como todo velho e bom hoax, a mensagem ainda traz uma "ameaça" aos usuários que não reproduzirem a informação em seus perfis: "Se você não publicar uma declaração pelo menos uma vez, você estará tacitamente permitindo o uso de elementos como suas fotos, bem como as informações contidas em suas atualizações de status de perfil."
Parte dos usuários desconhece a política de privacidade da rede social, bem como os direitos que a legislação lhes garante. Esse desconhecimento é aproveitado por boatos desse tipo, que iludem as pessoas a compartilhá-lo a fim de garantir uma falsa privacidade, cuja mera reprodução do texto não tem valor jurídico.
Tudo o que você precisa saber sobre a privacidade no Facebook está aqui e são essas as regras que valem. Se você está no Facebook, é porque declarou ter lido e aceitado as normas. Com isso, você autoriza a empresa a utilizar seus dados para publicidade direcionada, por exemplo. 
Atualização
No dia 21 de novembro, o Facebook anunciou mudanças na política de privacidade, incluindo a possibilidade de compartilhar os dados de navegação dos usuários com outros sites. "Usamos as informações que recebemos sobre você em relação aos serviços e recursos que fornecemos , como seus amigos, nossos parceiros, os anunciantes que compram anúncios no site e os desenvolvedores que criam os jogos, aplicativos e sites que você usa", disse a empresa em comunicado. O site também divulgou o fim do sistema de votação por usuários para aprovar mudanças na política de privacidade que existia desde 2009. 
Leia o boato que está circulando no Facebook:
 Em resposta às novas regras do Facebook, eu declaro que meu direito autoral está anexado a todos minhas informações pessoais, ilustrações, gráficos, quadrinhos, pinturas, fotos e vídeos, etc. (como resultado da Convenção de Berner). Para qualquer uso comercial dos supracitados é necessária minha autorização por escrito!
(Qualquer um lendo isso pode copiar este texto e colar em seu mural. Isso vai colocá-lo sob proteção das leis de direitos autorais). Pelo presente comunicado, eu notifico o Facebook que é totalmente permitido divulgar, copiar, distribuir, disseminar ou tomar qualquer atitude contra mim com base neste perfil e em seu conteúdo. As ações proibidas citadas também se aplicam a funcionários, estudantes, agentes e/ou qualquer equipe sob a direção ou controle do Facebook. O conteúdo deste perfil é privado e confidencial. A violação da minha privacidade é punida por lei (UCC 1 1-308-308 1-103 e o estatuto de Roma).

Fonte: EBC

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Facebook - Liberado o botão que integra rede social a sites de e-commerce.


O Facebook se posiciona como uma forte aliada das marcas, tanto no relacionamento direto com o cliente, quanto na própria comercialização de produtos. A última novidade que acaba de chegar ao Brasil é o “Save Button”, uma ferramenta que permite salvar produtos de e-commerce para ver mais tarde na rede social.

Não entendeu? Pois bem, as marcas parceiras do Facebook terão o botão “Salvar no Facebook” em cada página de produto de seu site de compras. Caso o usuário goste de uma peça mas não consiga realizar a compra naquele momento, ele terá a possibilidade de acionar o Save Button, ou seja, de seguir aquele produto na rede social. Dessa forma, ele passa a receber periodicamente informações sobre ele em suas notificações, tais como descontos na peça e novidades de cores.



Uma das primeiras marcas a aplicarem o recurso no país é a Reserva. Além de possuir um e-commerce estruturado, a grife carioca é muito forte nas redes sociais. Sua página no Facebook, por exemplo, possui mais de 2 milhões de seguidores e conta com diversas ações criadas exclusivamente para o universo digital.

REDE SOCIAL - O fundador do ORKUT já tem nova rede social que estará chegando ao Brasil

Nova rede social do fundador do Orkut já tem data para chegar ao Brasil
O Orkut não existe mais, mas deixou uma lacuna no coração de milhões de usuários que, mesmo que não usassem mais com tanta frequência o serviço, ainda nutriam uma nostalgia pela rede social. Afinal de contas, o site nasceu nos Estados Unidos, mas se tornou quase totalmente brasileiro. Para esse público, está chegando o Hello.
Trata-se da nova rede social de Orkut Büyükkökten, o programador turco que criou uma rede social enquanto trabalhava no Google que acabou recebendo o seu próprio nome. Sua nova empresa lançou recentemente um aplicativo, que está previsto para chegar ao Brasil em agosto deste ano.
A Hello Network foi lançada há poucos meses no exterior, e está disponível em poucos países, por enquanto. Funcionando apenas em inglês, apenas usuários nos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia podem baixar o aplicativo no Google Play e na App Store. O público brasileiro deve ser contemplado junto com o Reino Unido, Irlanda, França, Alemanha, México e Índia em uma segunda fase de expansão.

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Redes Sociais - Três Motivos para sua EMPRESA estar presente nas redes sociais.


Entenda os 3 papeis fundamentais das redes sociais para usá-las de forma mais eficiente.

Pesquisas apontam que mais de 1 bilhão de pessoas no mundo utilizam redes sociais e o brasileiro é um dos que mais acessam. Segundo pesquisa realizada este ano pela Nielsen, provedora global de informações e insights sobre consumidores, o desejo de dar opiniões sobre produtos e serviços é citado por 68% dos usuários de redes sociais, ou seja, cada vírgula que sua empresa posta nas redes sociais impacta um número exorbitante de pessoas.

Além disso, se pararmos para pensar, é essencial que a empresa tenha uma página no Facebook e um perfil no Twitter. Não são mais aceitos argumentos como: “Ah… Estamos montando” ou “Estamos contratando uma empresa especializada para desempenhar esse papel”. Esqueça isso já! Aceite que as redes sociais são uma realidade e não dá para deixar de lado, correndo o risco da pena, que pode ser alta.

Neste contexto, muitos gestores querem saber como utilizar melhor as redes sociais, como a sua empresa pode se posicionar, o que devem ou não fazer.Um bom ponto de partida é entender seus 3 propósitos principais:

1. Funcionar como um termômetro de como o público em geral enxerga a sua marca e produtos. Isso ajuda a posicionar-se e caminhar com um pouco mais de luz. Diferente de uma pesquisa formal, na qual os entrevistados são questionados intencionalmente e com um objetivo final, nas redes sociais os clientes espontaneamente e sem qualquer estímulo direcionado lhe darão opiniões valiosas sobre o que pensam dos seus produtos, serviços e principalmente a melhor e pior forma de utilização dos mesmos.

FACEBOOK - Autoriza usuários a recusar publicidade segmentada...

Mark Zuckerberg, cofundador do Facebook 


O Facebook passará a autorizar todos os seus membros a recusar publicidade segmentada como parte de uma evolução das regras de proteção da privacidade, informou nesta sexta-feira a rede social americana.


“Você quer ver anúncios on-line selecionados com base em seus interesses no Facebook?”, pergunta agora o site aos seus membros em todos os países em suas configurações de página.

O site também detalha todos os cookies, pequenos arquivos que informam sobre a navegação na maioria dos sites, que o Facebook impõe aos usuários.

A rede social americana também pediu aos seus usuários europeus que autorizem novamente os cookies, um aval que já condicionava o registro na rede social.

A rede social “concebeu essas atualizações para continuar a cumprir com a legislação europeia”, indicou em um comunicado Stephen Deadman, responsável pela proteção da privacidade do Facebook.

“É importante para nós que as pessoas, editores e anunciantes entendam completamente como funciona a publicidade no Facebook“, acrescentou Stephen Deadman.

Com essa nova política de publicidade mais legível e detalhada, a rede social responde em particular às autoridades francesas, que cobraram esclarecimentos sobre seus métodos de rastreamento de usuários.

segunda-feira, 6 de junho de 2016

Anúncios Criativos - Os 15 mais Tops !

Uma das leis do sucesso em publicidade é ir além do comum, ser simples, agradável e não precisar de maiores explicações. 

Ao ver estes anúncios você vai questionar: por que não pensei nisso antes? Isso é criação...


Para ter... joelhos mais ’sexys’- Creme para pernas Boots.


Ilusão - Em 35 anos cerca de 5 bilhões de pessoas no Planeta já não terão mais acesso à água. Você vai ficar apenas olhando?

quinta-feira, 2 de junho de 2016

DICA - 23 Formas de colocar a cabeça no lugar.



De vez em quando as palavras adequadas não vêm à cabeça, os pensamentos viajam na velocidade da luz, e parece que o seu cérebro pode explodir a qualquer momento.

Numa situação como essa, os conselhos da terapeuta Victoria Nazarevich podem ser muito úteis. A única coisa que você deve fazer é pegar uma folha de papel e um lápis e começar a desenhar. Não importa como.

Pouco tempo depois você vai sentir paz e tranquilidade.  Funciona mesmo!

Portanto, se você estiver em uma situação estranha, comece a desenhar.


  • Se você está cansado, desenhe flores.
  • Se está bravo, desenhe linhas.
  • Se alguma coisa está doendo, comece a esculpir.
  • Se você está entediado, comece a colorir uma folha de papel.
  • Se está triste, pinte um arco-íris.
  • Se você tem medo, aprenda a fazer o ponto macramê.
  • Se está angustiado, faça uma boneca de pano.
  • Se está indignado, rasgue uma folha de papel em pedacinhos.
  • Se está preocupado, comece a fazer origami.
  • Se está tenso, desenhe padrões diferentes.
  • Se você precisa lembrar alguma coisa, desenhe laberintos.
  • Se está decepcionado, faça uma réplica de uma pintura.
  • Se está desesperado, desenhe caminhos.
  • Se você precisa entender alguma coisa, desenhe mandalas.
  • Se você precisa renovar as energias, desenhe paisagens.
  • Se quer entender os seus sentimentos, faça um auto-retrato.
  • Se é importante reconhecer o seu estado de espírito, desenhe manchas coloridas.
  • Se você precisa organizar os seus pensamentos, desenhe células ou quadrados.
  • Se quer entender os seus desejos, faça uma colagem.
  • Se você quer se concentrar nos seus pensamentos, desenhe com pontos.
  • Para encontrar a melhor solução para uma situação, desenhe ondas e círculos.
  • Se está bloqueado e precisa seguir em frente, desenhe espirais.
  • Se você quer se concentrar em uma meta, coloque no papel.

Fonte: IncrivelClub

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Google Spaces - Nova ferramenta do Google

Spaces funciona no Chrome, Gmail, Android e iOS (iPhone) (Foto: Divulgação/Google)

Google lançou na segunda-feira (16) um novo rival para o WhatsApp, o Spaces. Com a integração do Google SearchYouTubeChrome e outras soluções Google, o app permite compartilhar texto, foto e vídeo em um só lugar. Disponível via plugin para Google Chrome, Android, iPhone (iOS) e em versão web móvel do Gmail, o Spaces organiza “espaços” para cada tema debatido entre os usuários. Ou seja, você pode criar o que desejar, personalizar e conversar sobre tudo em um bate-papo cheio de recursos.
Sendo assim, conversar em grupo pode ficar mais fácil e organizado que nos apps tradicionais e mensageiros. Para criar uma espécie de fórum temático, o usuário pode convidar seus amigos por e-mail e Facebook, além de enviar um link para que eles possam acessar o debate de onde estiverem.

No blog oficial do Google, a gigante de Internet informou o motivo de criarem o Spaces, que já pode ser visto como um rival para grandes apps de mensagens em grupo como o WhatsApp e o próprio Facebook. 
“Compartilhar coisas normalmente envolve ir e voltar de aplicativos e copiar e colar links. Conversas em grupo frequentemente fogem do assunto, e as coisas se perdem em threads infinitas que você não pode recuperar quando precisa”, explica Luke Wroblewski, diretor do Google responsável pelo novo produto.
É uma mistura de Pinterest, Twitter, Facebook e outras redes sociais, mas voltada a pequenos grupos. O Google Spaces traz uma nova maneira de se trabalhar e compartilhar conteúdo de modo particular, destinado a pequenos (ou grandes) grupos em torno de um assunto e interesses em comum.

quarta-feira, 18 de maio de 2016

GOLPE “FANTASMA” - Coleta dados de Usuários de Caixas Eletrônicos


Os criminosos virtuais estão aprimorando as táticas para a prática de crimes cibernéticos, e a cada dia que passa fica mais difícil para as equipes de segurança desenvolverem sistemas de proteção na mesma velocidade em que as ameaças são lançadas. É uma verdadeira briga de gato e rato. Desta vez, o alvo são os caixas eletrônicos. Uma equipe da empresa de segurança Kaspersky descobriu uma nova versão do malware Skimer, que, instalado nos equipamentos, atua como um fantasma e coleta dados de usuários.
Os criminosos primeiro conseguem acesso ao sistema do caixa eletrônico, fisicamente ou por meio da rede interna do banco, e depois instalam o “Backdoor.Win32.Skimer”. Uma vez instalado, o malware coleta números dos cartões, das contas e também as senhas . Tudo isso sem promover qualquer alteração física no caixa eletrônico, como a substituição do leitor de cartões.
“Vírus pra caixa eletrônico já existe há algum tempo. Todos os tipos conhecidos até este momento eram programados para em determinado dia e horário cuspir todo o dinheiro da máquina, assim o criminoso roubava e saia da agência. Esse vírus é diferente: além de ter a função de roubar todo o dinheiro do caixa eletrônico, ele também tem a função popularmente conhecida como chupa-cabra, vai coletando os números do cartão inserido no equipamento”, explica, em entrevista exclusiva ao Tech News, o especialista em segurança da Kaspersky, Fabio Assolini.
A prática comum entre os criminosos que usam o Backdoor.Win32.Skimer é guardar os dados coletados e depois clonar os cartões. Uma vez clonados, eles usam os cartões falsos em caixas eletrônicos não infectados e sacam o dinheiro das contas. É uma forma inteligente de garantir que os caixas infectados não sejam descobertos pelos bancos.
Ataques no Brasil
As variações conhecidas e mais recentes desse malware já foram identificadas em vários lugares: Brasil, Emirados Árabes Unidos, França, EUA, Rússia, Macau, China, Filipinas, Espanha, Alemanha, Geórgia, Polônia e República Checa.
Sobre a atuação dos cibercriminosos aqui no Brasil, Fabio Assolini explica que é possível que a versão fantasma do malware esteja sendo utilizada, mas que ainda não existem dados suficientes para afirmar com precisão. “Esse vírus foi criado e disseminado no Leste Europeu e nós sabemos que os criminosos brasileiros fazem intercâmbio com os criminosos do Leste Europeu, especialmente os que criam os vírus. Se não chegou por aqui, cedo ou tarde vai chegar”.

Velocidade Internet - Netflix lança ferramenta que mede a velocidade da sua internet


Preocupada com a oferta de banda larga em alguns dos países onde atua, a Netflix lançou nesta quarta-feira, 18, uma nova ferramenta para empoderar os consumidores. Trata-se do Fast.com, um serviço na web que mede a velocidade da sua internet.
Basta acessar a página e esperar que o "velocímetro" virtual calcule quantos megabits por segundo a sua conexão com a rede é capaz de alcançar. O serviço pode ser usado no PC, no smartphone ou no tablet, seja em conexões fixas, Wi-Fi ou rede móvel.
Segundo a Netflix, o Fast.com usa os servidores da empresa, é gratuito e não tem qualquer tipo de anúncio ou propaganda, ao contrário de outros serviços parecidos disponíveis na web. O objetivo é popularizar a ferramenta no mundo todo com um design simples e fácil de usar, não importa onde o usuário esteja.