sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Tinder, o aplicativo que está revolucionando a procura por sexo casual


A premissa do Tinder é bem simples: você vê fotos e um perfil básico de garotas ou garotos que moram perto de você e estão a dois graus de separação, isto é, que têm amigos em comum contigo ou que curtem páginas que você curtiu no Facebook. Se você curte a pessoa (existe a opção de curtir ou não curtir) e ela também te curte, o aplicativo avisa vocês dois e abre um chat que possibilita vocês se conhecerem.


Para entrar também é bem simples: você loga com seu Facebook, o aplicativo vê a sua localização e seus amigos e, depois de você fazer o seu perfil, colocando as fotos que você julgar as que mais podem te ajudar a passar uma boa impressão para as cantadas, ele começa a exibir perfis.

 É bem minimalista: diz o primeiro nome, idade, cinco fotos e amigos e curtidas em comum. O lance de mostrar os amigos em comum é super importante, porque evita saias justas, como dar em cima de uma amiga da tua ex, por exemplo.

Esse app já está sendo chamado de “dating sites killer”, visto que conta com mais de 1 milhão de usuários em pouco tempo (ele existe desde o final de 2012 nos EUA), tendo realizado mais de 50 milhões de “Matches”, basicamente fazendo o que os sites de namoro cobram para fazer com infinitamente menos burocracia, gratuito e sem aquele preconceito de acharem que você é um loser por estar nele.

 Claro que não é tão complexo e talvez não te ajude como um site de namoro ajudaria, até porque quem entra no Tinder provavelmente não fez isso pra achar um marido/esposa. Mas que vai ser uma dor de cabeça para os ParPerfeito e Ashley Madison da vida, ah, isso vai ser.

Fonte: CLikRBS

Nenhum comentário:

Postar um comentário